As principais funções de um treinador de futebol

Orientar os treinos e dirigir a equipa durante os jogos são apenas as duas funções mais óbvias e objetivas de um treinador.

Mas o seu papel no futebol moderno é muito mais complexo. Destacamos as funções do treinador principal de uma equipa de futebol profissional, deixando ciente que o seu papel deve estar na charneira de uma encruzilhada de papéis: dos jogadores, dos técnicos e dos dirigentes. Assim, ele é o elo de ligação privilegiado entre todos os agentes envolvidos. As suas funções principais serão, portanto, as 10 seguintes:

1. Delinear as opções táticas

É ao técnico principal que cabe a tarefa de delinear o esquema tático a utilizar, construindo um esquema teórico que corresponda ao desenho das posições a ocupar pelos jogadores no decurso do jogo. Obviamente, ele será também o responsável pelas adequações e modificações desse desenho tático durante o jogo.

2. Aplicar nos treinos essas ideias táticas

O treinador principal é o responsável pela orientação dos treinos, tendo em conta a necessidade de preparar todos os jogos e tendo também em conta a observação prévia da equipa adversária.

3. Superintender o treino físico

Embora a maioria dos clubes disponha de um departamento vocacionado para a preparação física, o técnico principal é o responsável maior pela definição de estratégias que visam a manutenção da forma física dos atletas.

4. Liderar os processos de relacionamento interpessoal

No balneário e fora dele, espera-se que o treinador seja um verdadeiro líder de homens mais do que de jogadores; ele é o responsável pela prevenção e resolução de conflitos e pela manutenção da disciplina interna no grupo de trabalho.

5. Fazer as convocatórias para os jogos, torneios ou estágios

É ao técnico que cabe a decisão de selecionar os atletas a incluir no lote de eleitos para a definição do plantel em cada época desportiva.

6. Selecionar a equipa base e os suplentes para cada jogo

É o técnico que decide o onze a entrar em campo em cada jogo, tendo em conta diversas variáveis, como a forma física e técnica dos atletas e as exigências do desafio.

7. Superintender as ações da equipa durante um jogo

No decorrer da partida, é o treinador que decide as alterações ao esquema tático bem como o posicionamento dos jogadores em campo, mediante cada situação concreta.

8. Decidir as substituições a efetuar durante o jogo

No decorrer da partida ele deve avaliar a necessidade de proceder a substituições, em função do evoluir do marcador assim como do desempenho dos atletas.

9. Negociar com a direção os novos contratos (dispensas, renovações e contratações)

Exige-se ao técnico uma coordenação de procedimentos com os dirigentes do clube no sentido da construir um plantel em função dos objetivos delineados para a época.

10. Ser o principal porta-voz da equipa junto da comunicação social

Aproveitando este recurso como forma de fazer chegar as suas ideias aos adeptos. O treinador deve ser sempre o primeiro a assumir os insucessos de um grupo de trabalho; por outro lado é a ele que cabe a responsabilidade de transmitir qualquer decisão importante no que respeita ao trabalho de todo o grupo.

A sua votação: 
0
Sem votos